Sítios populares antes e durante o COVID-19: quando todos ficam em casa

MAR 31, 2020 AT 05:32 PM

25330

Criou-se uma grande confusão no mundo por causa da pandemia que se espalhou do COVID-19. Mas a loucura não foi a única coisa que sobressaiu – cenários naturais e marcos históricos têm sentido igualmente uma dramática mudança. 

Observa estas fotos de lugares que, normalmente, estão cheios de turistas, mas agora se encontram vazios e no seu encanto natural. Se alguma vez te questionaste como seriam estes lugares históricos famosos sem as multidões de gente, continua a ler!

 

Os Degraus de Trinita' dei Monti em Roma, Itália

ADVERTISEMENT
Os Degraus de Trinita' dei Monti em Roma, Itália

Imagem de Dennis Jarvis/Flicker

Os Degraus de Trinita' dei Monti em Roma

Imagem de Maria Laura Antonelli/AGF/Shutterstock (10586919o)

De acordo com o TripAdvisor, uma das 2000 coisas que podes fazer em Roma é visitar o Trinita' dei Monti, que consta no top 200 – significa que é um dos lugares mais populares para visitar e tirar umas selfies divertidas, num dos seus 138 degraus!

Todos sabemos que o Coronavírus atingiu Itália com mais intensidade que os outros países até agora e as limitações da sua quarentena têm vindo a ser mais restritas por causa disso. Isto tem dado aos fotógrafos a oportunidade de uma vida para documentar a área e a escadaria, em toda a sua beleza e glória, sem as pessoas.

 

A Fonte Trevi em Roma, Itália

A Fonte Trevi em Roma, Itália

Imagens de Goodluz/Depositphotos (35300215)

A Fonte Trevi em Roma

Imagem de Antonio Masiello/Getty Images(1207162453)

Pedir um desejo e atirar moedas para dentro de uma fonte é uma tradição praticada por muitas pessoas em todo o mundo. Foi estimado que cerca de 1200 pessoas visitam a Fonte Trevi a cada hora! Loucura, não?!

Agora a mítica fonte parece mais bonita do que nunca e pode gozar de uma  tranquila e limpa ondulação, sem a imensidão de gente atirando a sua sorte a cada segundo. 

 

Gran Via em Madrid, Espanha

Gran Via em Madrid, Espanha

Imagem de Nicolas Vigier/Flicker

Gran Via em Madrid

Imagem de Pablo Cuadra/Getty Images (1213049868)

Segundo o TripAdvisor, de umas 14000 coisas que podes fazer em Madrid, visitar a Gran Vía está no top 10! 

O que foi, em tempos, uma rua cheia de vida local urbana e turismo, é agora parte de uma cidade fantasma linda e silenciosa

 

Chinatown em Londres, em Inglaterra

Chinatown em Londres, em Inglaterra

Imagem de Kostas Fines/Flicker

Chinatown em Londres

Beretta/Sims/Shutterstock (10588110b)

Desde os anos 50, esta zona tem sido conhecida por ter a melhor comida da cidade, convidando os locais e os turistas a reunir-se nesta vibrante área. Desde a cozinha Cantonesa às refeições malaias e petisco tradicionais asiáticos, milhares de pessoas vinham a estes restaurantes antes das restrições da quarentena entrarem em vigor. 

Por agora, os residentes do bairro são os únicos a usufruir da paz, tranquilidade e beleza de Chinatown em Londres.

 

Piccadilly Circus em Londres, na Inglaterra

Piccadilly Circus em Londres, na Inglaterra

Imagem de John K Thorne/Flicker

Piccadilly Circus em Londres

Imagem de Beretta/Sims/Shutterstock (10588110f)

Piccadilly Circus é uma das praças mais populares onde as pessoas se encontram e se juntam para passar tardes ou noites divertidas na cidade.

Sempre cheia, com milhares de pessoas nas ruas até altas horas da noite, a popular Picadilly Circus tem estado completamente deserta. Com menos locais andando de um lado para o outro, e menos turistas explorando e viajando, significa que a azáfama dos carros, autocarros de turismo e transportes públicos também reduziu significativamente.

 

O Metro de Londres

O Metro de Londres

Imagem de elminium/Flicker

O Metro de Londres

Imagem de RMV/Shutterstock (10587803y)

Uma vez que a quantidade de pessoas que viaja no metro diminuiu, devido aos regulamentos e restrições relacionados com a pandemia, como consequência a eletricidade consumida foi igualmente reduzida. Pondo as coisas nesta perspetiva, há quase 300 estações de comboios e o Site oficial do Governo de Londres afirmou que tipicamente dois milhões de pessoas usam o metro por dia! Falamos de mais uma vitória para a Terra.  

 

Praça Rockefeller em Nova Iorque

Praça Rockefeller em Nova Iorque

Imagem de David Jones/Flicker

Praça Rockefeller

Kristin Callahan/ACE Pictures/Shutterstock (10587774a)

Não há como esconder que a “Grande Maçã” tem estado sob regulamentos restritos, durante estes dias, e a imagem posterior da Praça Rockefeller pode prová-lo. Deve haver milhões de pessoas a viver em Manhattan, mas por agora, as ruas têm estado muito menos movimentadas do que costumávamos ver na TV ou nos filmes. 

O Centro Rockefeller é famosamente conhecido por estar aberto 24 horas por dia, mas agora foi posto em prática o encerramento compulsivo, para manter os cidadãos salvos e seguros de qualquer propagação do vírus  

A Quinta Avenida em Midtown Manhattan, Nova Iorque

A Quinta Avenida em Midtown Manhattan, Nova Iorque

Imagem de Maria Eklind/Fliker

A Quinta Avenida em Midtown Manhattan

Erik Pendzich/Shutterstock (10587724n)

Então, que tal parece uma das cidades mais urbanas do globo, quando se torna numa maravilhosa cidade fantasma?

Com a pausa do movimento em Nova Iorque, temos a certeza de que os residentes estão felizes por conseguir um par de semanas de calma e tranquilidade, para se revigorar durante estes tempos de stress.  

 

A Strip de Las Vegas, no Nevada

A Strip de Las Vegas, no Nevada

Imagem de Sean MacEntee/Flicker

A Strip de Las Vegas

Imagem de Ethan Miller/Getty Images (1213620849)

A Universidade de Las Vegas relatou que havia mais de 47 milhões de pessoas em movimento, apenas através do aeroporto internacional McCarran em 2016 – falando de agitação!

E tu? Consegues ver na fotografia “depois” que não há uma única alma que usufrua de tudo o que Sin City tem para oferecer atualmente? Tal fotografia não conseguirá ser tirada outra vez dentro das próximas décadas, esperamos.

 

A Torre Eiffel em Paris, França

A Torre Eiffel em Paris, França

Imagem de Alessandro Traini/Flicker

A Torre Eiffel em Paris

Imagem de Aurelien Meunier/Getty Images (1212995160)

Com milhões e milhões de pessoas a visitar a lendária Torre Eiffel, em Paris, em cada ano, nas semanas mais recentes é seguro dizer que as coisas se tornaram bem mais íntimas neste marco romântico – quero dizer, até novas ordens.

Mudou definitivamente o trânsito nas ruas e tornou esta praça muito mais privada.  

 

Grand Place em Bruxelas, Bélgica

Grand Place em Bruxelas, Bélgica

Imagem de Roman Boed/Flicker

Grand Place em Bruxelas

Imagem de Isopix/Shutterstock (10587565t)

O “Grote Markt” também conhecido como “Grand Place” ou “Grand Square” é um importante marco em Bruxelas, na Bélgica, desde há seculos. 

Mas a praça, que em tempos estava cheia de turistas que visitavam as lindas floreiras, a espantosa arquitetura e os quase 100 diferentes museus, fizeram uma pausa por enquanto.

E acima de tudo, sem os restantes extras no exterior dos edifícios, apenas fica uma paisagem que é semelhante a que existiu um dia, noutros tempos. Quão histórico!

 

O Coliseu em Roma, Itália

O Coliseu em Roma, Itália

Imagem de Chris Wee/Flicker

O Coliseu em Roma

Imagem de Maria Laura Antonelli/AGF/Shutterstock (10586919a)

É do conhecimento geral que há pessoas que arrancam pedaços do Coliseu e levam-nos para casa como lembranças. Mas agora que está encerrado, até ordens em contrário, a majestosa arena arquitetónica pode respirar fundo desse desgaste, dos milhares de turistas que a visitam e daqueles que lhe tentam roubar um pedaço para si próprios.

 

O Supermercado nos Estados Unidos 

O Supermercado nos Estados Unidos 

Imagem via Depositphotos (4757732)

O Supermercado

Imagem de Geert van Erven/Pix4Profs/Getty Images(1207535163)

É surpreendente que os supermercados tenham feito esta lista, mas fascinantemente, é um dos lugares mais determinantes e frequentemente visitados, de um modo geral.  

Como fizemos a transição do isolamento de pacientes diagnosticados com o Coronavírus, para a quarentena das companhias aéreas, até ao encerramento total e auto quarentena em certas cidades e países pelo mundo, todos sentimos o stress de ir ao supermercado. Os resultados deste receio podem ser vistos na foto “depois”. 

 

Praça Tiananmen em Pequim, China

Praça Tiananmen em Pequim, China

Imagem de Shutterstock (10433686r)

Praça Tiananmen em Pequim

Imagem por Lintao Zhang/Getty Images (1207338600)

Em janeiro de 2020, “A Cidade Proibida”, em Pequim na China, fechou os seus portões, literalmente, a milhões de pessoas até ordens em contrário, pela sua própria segurança e proteção, no início da pandemia. Está certo, de acordo com o Jornal de Wallstreet, cerca de 19 milhões de pessoas visitaram o majestoso marco em 2019, calculando que um milhão de pessoas o visita em cada mês.